Mesoterapia Capilar - Intradermoterapia contra queda (10 sessões)

Mesoterapia Capilar - Intradermoterapia contra queda (10 sessões)

R$2.500,00

10x de R$250,00 sem juros

A vantagem do uso bem indicado da intradermoterapia capilar se deve à ação farmacológica dos medicamentos utilizados, associada ao efeito estimulante das picadas da agulha. A gota injetada exerce ação mecânica que estimula a vasodilatação reflexa. Pela via intradérmica os medicamentos não tem o risco de serem metabolizados antes de chegarem ao local de ação, como pelas vias oral ou parenteral. A distribuição do medicamento é mais efetiva e é local, desta forma o risco de efeitos colaterais é praticamente nulo.

Descrição

A queda de cabelo excessiva é uma patologia que afeta grande parte da população, inclusive as mulheres. Soma-se a isso a presença de uma rotina corrida, a alta carga de estresse sofrida no dia a dia e a dificuldade em alinhar o trabalho, a família e os cuidados pessoais. Tudo isso gera resultados não muito favoráveis à saúde da pele e do cabelo.

As substâncias injetadas estimulam os folículos de várias maneiras diferentes. Aumenta a circulação sanguínea, aumenta o tempo de fase anágena do fio, inibe a enzima 5-alfa- redutase e promove uma melhora lenta e gradual da cabeleira.

Por serem aplicadas diretamente no couro cabeludo, os resultados são potencializados e já visíveis depois da terceira sessão (dependendo de cada caso). Outros fatores que influenciam são o diagnóstico (obviamente), os cuidados prévios e a disciplina com o tratamento prescrito para domicílio.

Uma perda intensa de cabelos, que ultrapasse a média de 70 a 100 fios por dia, pode significar que a pessoa sofre de alopécia androgenética (AGA), nome dado à calvície, que pode atingir jovens a partir de 18 anos.

Iniciando o tratamento em um período de de 18 à 30 anos, as chances de um resultado satisfatório e de se evitar a calvície são maiores, pois ainda há tempo de “salvar” alguns folículos pilosos visto que após muito tempo inativos, os folículos não voltam a produzir pelos, independentemente do medicamento que se utilize.

Em geral realiza-se 10 sessões com intervalo de 1 semana intercaladas entre algumas sessões de intradermoterapia e microagulhamento.

A vantagem do uso bem indicado da intradermoterapia capilar se deve à ação farmacológica dos medicamentos utilizados, associada ao efeito estimulante das picadas da agulha. A gota injetada exerce ação mecânica que estimula a vasodilatação reflexa. Pela via intradérmica os medicamentos não tem o risco de serem metabolizados antes de chegarem ao local de ação, como pelas vias oral ou parenteral. A distribuição do medicamento é mais efetiva e é local, desta forma o risco de efeitos colaterais é praticamente nulo.