Como preparar seu estômago para as festas de final do ano?

Como preparar seu estômago para as festas de final do ano?

 

O jantar das festas de final de ano é uma grande refeição; entre o peru, para todos os lados é uma série de guloseimas diferentes, no qual o nosso desejo é de provar de tudo um pouco, ou não. Então, como você prepara seu estômago para comer o máximo possível? Você come algo grande alguns dias antes para esticar o estômago? Você pula o café da manhã no dia de Natal ou Réveillon?

01 semana antes

Uma semana antes, ou meses antes, é interessante você consultar uma nutricionista para ela lhe orientar com uma ideta como a Dieta Intermintente, onde você possa se acostumar aos poucos a ficar alguns horas sem se alimentar para preparar seu corpo para o grande dia, com isso, neste semana que antecede as ceias de final de ano, é interessate fazer uma escala de dieta intermitante intercaladas, assim, seu corpo já irá se acostumar a comer pouco e o trabalho de compensação ficará mais fácil e menos sofrido.

48 horas antes da grande refeição

Se você acha que vai rolar até a mesa no Dia de Natal e comer o que quiser sem qualquer limite, você precisa reavaliar seu plano. O seu estômago precisa ser preparado.

Nas 48 horas que antecedem a grande refeição, é importante seguir uma dieta principalmente líquida, come porções menores e tenta evitar o sódio. Isso significa cerca de quatro pequenas refeições no dia anterior ao evento. Uma pequena refeição pode significar um punhado de nozes ou uma pequena xícara de iogurte.

A Manhã da Grande Refeição

No dia da ceia, é importante beber líquido, mas opte por  toma uma xícara de chá e evite beber muita água. É isso! Sem café da manhã ou qualquer coisa antes de uma grande refeição. O ideal seria sentir aquelas pontinhas de fome antes de se sentar e comer. Mas claro, não exagere.

O grande segredo é comer um pouco cada de cada coisa, lembra-se que a maioria das refeições servidas nas ceias de final de ano, principalmente no Brasil, são muito roineiras o ano inteiro e temos possibilidade de repetir os pratos ao longo do ano, então, não se despere, não é o fim do mundo!

O trabalho de compensação começa logo após a ceia, onde é importante beber bastante água, seguir com a orientação nutricional de uma profissional para seguir com a dieta intermintente e compensar com atividades físicas e aeróbicas para queima de caloridas, desta forma, mesmo que você “chute o baude”, o sentimento de culpa não será tão grande.

Lembrando que sempre é importante consulta um médico ou profissional de saúde voltado para nutrição.

Avaliação Grátis sua avaliação

Clique Aqui e agende sua Avaliação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.